Quer saber mais?

Preencha o formulário. Nós ligamos para você.

Mulheres: por onde passam, marcam o seu espaço, e no comex não é diferente


O nosso blogpost da semana é especial. Em homenagem a todas as mulheres, resgatamos um pouco da trajetória da mulher no comércio exterior através das lembranças de uma de nossas líderes, Valéria Mendonça. Com a sua experiência no mercado de trabalho, ela conta sobre a busca de reconhecimento no início da carreira e como o espaço das mulheres de hoje foi conquistado.

Através dessa inspiração, queremos reforçar que o lugar da mulher é onde ela quiser, e que o caminho por ela conquistado é só dela!

Temos a alegria e orgulho em contar com grandes mulheres em nosso time. A elas e todas as que fazem parte da nossa história e que nos acompanham por aqui, o nosso reconhecimento, admiração e respeito! 💜


Como todo mercado de trabalho, infelizmente a área do comércio exterior nem sempre foi como é hoje: com o mesmo número de mulheres e homens nas funções operacionais, administrativas e estratégicas, principalmente nas lideranças.

Nossa líder em estratégia aduaneira, Valéria Mendonça, lembra bem. Há 26 anos ela ingressou na área como recepcionista e, diferente da maioria das mulheres, logo começou a trabalhar no time de exportação. “As mulheres faziam parte apenas do quadro administrativo das empresas, da área financeira, recepção e RH, quase não havia mulheres na área operacional”, lembra.

Como sempre gostou e se identificou com o comércio exterior, escolheu que esse seria o seu caminho, e assim o trilhou e se dedicou a esse propósito. Valéria tinha contato com muitas pessoas e aprendeu tudo o que podia com a troca de experiências e exemplos, assim logo passou a ampliar seu networking. “Aprendi muito cedo com pessoas generosas que compartilhavam seus conhecimentos, investi meu tempo na busca por conhecimento.” conta.

Segundo ela, como a maioria na área eram homens, as mulheres se viam na obrigação de se destacar através da capacitação técnica, e olha que nessa época a busca por conhecimento era muito mais difícil e o investimento financeiro era bastante considerável.

Mas a competência técnica não era o único diferencial das mulheres pioneiras no comex: “A feminilidade que nos dá um feeling diferenciado, a força para enfrentar os três turnos da nossa jornada (cuidar de filho, casa e trabalho)”.

Na época todo o processo era manual, com muitos papéis e de forma presencial. Ao olhar para o que era exigido nas normativas e legislações, foi iniciativa delas a redução do calhamaço de papéis.  O atendimento também mudou com a presença feminina: “Nós mulheres tínhamos o cuidado de nos antecipar e entender o perfil dos clientes, um olhar sensível que mudou a forma dessa relação”. Além disso, essa antecipação também minimizava riscos e diminuía tempo: “Quando uma carga parametrizava no canal vermelho, por uma questão preventiva, verificávamos a formação do fiscal para entender a tendência das dúvidas que poderiam ocorrer sobre o processo”. Essa análise ajudava a antecipar os possíveis questionamentos sobre o produto e o processo e, dessa forma, também ampliava o conhecimento sobre a mercadoria e estreitava o relacionamento com o cliente. “A palavra conformidade não era amplamente divulgada na época, porém já praticávamos através das orientações junto aos clientes sobre as melhores práticas para promover importação e exportação”, afirma.  A mulher promove ou não promove mudanças? Isso é em todos os lugares!

Importante destacar que além de poucas mulheres nas empresas de comex, também era baixa a presença feminina na fiscalização e, principalmente, na operação portuária. Aos poucos esse cenário foi mudando, hoje é diferente, mas ainda é notável que muito precisa ser feito em várias áreas e empresas.

“Hoje a gente vê um misto grande, aqui na Freitas as mulheres ocupam cerca de 50% das funções”, destaca Valéria. Segundo ela, as mulheres de hoje permanecem guerreiras nas três jornadas, desempenham papeis estratégicos, de liderança, com cuidado com seus liderados, diferencial no atendimento e preservando a qualidade e a conformidade dos processos, seguem um caminho que foi aberto lá atrás.

E assim, a nossa inspiração de hoje destaca a todas as mulheres: “O espaço que você conquistou não tem mais volta, é só seu, é sua biografia”.  Assim, neste Dia Internacional das Mulheres, desejamos que todas as mulheres sigam fortes, destemidas e não desistam de trilhar o caminho que desejam, afinal, a mulher deve estar onde ela quiser, deve caminhar pela estrada que preferir, nunca deixar de sonhar e jamais se limitar!

Um lindo e feliz dia das mulheres! 🥰

Abraços,
Equipe Freitas