Quer saber mais?

Preencha o formulário. Nós ligamos para você.

Nova publicação sobre o Catálogo de Produtos


Não é de hoje que falamos do Catálogo de Produtos e que logo ele será obrigatório para realizar operações de importação. Então confira a nova notícia Siscomex 94/2020, que traz importantes orientações quanto à habilitação de Gestores do Catálogo de Produtos.
___

Publicada na semana passada (09/11/2020), a notícia aponta a inclusão de um novo campo “Gestor” no Catálogo de Produtos no módulo Cadastro de Intervenientes (CADINT).

Assim, agora caberá à empresa decidir quais de seus representantes poderá incluir, alterar ou desativar produtos no seu Catálogo de Produtos. Caso o campo fique desmarcado, os representantes em questão só poderão registrar a DUIMP com os produtos previamente cadastrados no Catálogo da empresa.

A inclusão desse novo representante legal ou a alteração de poderes dos já representantes deve ser realizada no próprio sistema.

Lembrando que o Catálogo de Produtos da empresa é por CNPJ raiz, ou seja, um Gestor no Catálogo de Produtos cadastrado em somente uma das filiais poderá incluir, alterar e desativar quaisquer produtos da empresa, independentemente se a criação foi feita por um representante da matriz ou de outra filial.

Se você ainda não está por dentro do Catálogo de Produtos, essa é a hora! Ele será de uso obrigatório para a importação utilizando a DUIMP (Declaração Única de Importação), já disponível para empresas certificadas no Programa OEA. A obrigatoriedade para todas as empresas deve ocorrer no próximo ano, mas a organização e planejamento para isso deve ser feito já. Entenda mais sobre o assunto e a necessidade de se preparar no material especial que fizemos sobre o assunto. 👇

E-book DUIMP e a chegada do Catálogo de Produtos